sábado, 17 de setembro de 2011

Salmo 104 - Louvor a Deus, o Criador

Ó minha alma, louve ao Deus Eterno!
Ó Eterno, meu Deus, como és grandioso!
Estás vestido de majestade e de glória
e te cobres de luz.
Estendes os céus como se fossem uma barraca
e constróis a tua casa sobre as águas lá de cima.
Usas as núvens como o teu carro de guerra
e voas nas asas do vento.
Fases dos ventos os teus mensageiros
e dos relâmpagos, os teus servidores.
Tu puseste a terra bem firme sobre os seus alicerces,
e assim ela nunca será abalada.
Cobriste a terra com o mar,
como se ele fosse uma capa,
e as águas ficaram acima das montanhas.
Porém, quando repreendeste as águas, elas fugiram;
quando ouviram o teu grito de comando, saíram correndo.
As águas correram pelos montes
e desceram os vales,
indo para o lugar que preparaste para elas.
Tu puseste um limite para as águas
a fim de não cobrirem de novo a terra.
Tu fazes surgir nascentes nos vales
e fazes a água dos rios correr entre os montes.
Dessa água bebem todos os animais selvagens,
e com ela os jumentos selvagens matam a sede.
Nas margens dos rios, os pássaros fazem os seus ninhos
e cantam entre os galhos das árvores.

Dos céus tu envias chuvas para os montes,
e a terra fiaca cheia ds suas bençãos.
Fazes crescer capim para o gado
e verduras e cereais para as pessoas;
assim elas tiram da terra o seu alimento.
Fazes a terra produzir o vinho, que deixa a gente feliz;
o azeite, que alegra;
e o pão, que dá forças.

Muita chuva cai sobre as árvores do Deus Eterno,
sobre os cedros do Líbano, que ele plantou.
Ali os pássaros fazem os seus ninhos,
e as cegonhas constroem as suas casas nos pinheiros.
As cabras selvagens vivem no alto das montanhas,
e as lebres se escondem nos rochedos.

Tu fizeste a lua para marcar o tempo das festas;
o sol sabe a hora de se pôr.
Fazes a noite,
e todos os animais selvagens saem quando escurece.
Os leõezinhos rugem enquanto caçam,
procurando a comida que Deus dá.
Porém, quando o sol aparece, eles voltam
e vão se deitar nas suas covas.
Então as pessoas saem para o serviço
e trabalham até a tarde.

Ó Deus Eterno, tu tens feito tantas coisas
e com sabedoria as fizeste.
A terra está cheia das tuas criaturas.
Ali está o mar imenso, enorme,
onde vivem animais grandes e pequenos,
tantos, que não podem ser contados.
No mar passam os navios, e nele brinca Leviatã,
o monstro marinho que tu criaste.

Todos esses animais esperam
que lhes dês alimento no tempo certo.
Tu dás a comida,
e eles comem e ficam satisfeitos.
Quando escondes o teu rosto, ficam com medo;
se cortas a respiração que lhes dás, eles morrem
e voltam ao pó de onde saíram.
Porém, quando lhes dás o sopro de vida, eles nascem;
e assim dás vida nova à terra.

Que a glória do Deus Eterno dure para sempre!
Que ele se alegre com o que tem feito!
O Eterno olha para a terra, e ela treme;
toca nos montes, e eles soltam fumaça.

Cantarei louvores ao Deus Eterno enquanto eu viver;
cantarei ao meu Deus a vida inteira.
Que ele fique contente com as minhas canções,
pois a minha alegria vem do Deus Eterno.
*******************
Que a paz de Deus esteja em nossos corações!!! Amém!!!



3 comentários:

  1. Amo ler Salmos... Eles tinham almas... sabiam se expressar usando-as...

    Bjs linda

    ResponderExcluir
  2. Valéria



    apenas poesia
    apenas a preocupação
    de um mundo melhor
    apenas Um dia mais.




    UM DIA MAIS


    Mais um dia
    Um dia diferente
    Mais igual
    Queria fazer tanto...
    E não faço nada
    Queria partilhar
    E nada partilho
    E o mundo...
    Assusta-me...
    Sinto que ao meu redor
    Tanto se sofre...
    E gostava...
    De ter uma varinha
    Varinha de condão...
    E ver toda a gente a sorrir...
    Mas quero...
    Penso...
    E sonho...
    E vem a realidade...
    Acordo e...
    Foi apenas mais um dia...
    E o amanhã continua igual!...

    LILI LARANJO

    ResponderExcluir
  3. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário
Fale de mim
Discuta-me
Estou dando-te "Tudo de mim".