segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Ensina-me a tua lei





Estou derrotado e caído no chão;
renova as minhas forças conforme a tua promessa.
Contei tudo que tenho feito, e tu me respondeste;
ensina-me os teus mandamentos.
Mostra-me como devo obedecer às tuas leis,
e eu meditarei nos teu ensinamentos maravilhosos.
Estou me acabando de tanta tristeza;
dá-me forças como prometeste.
Não me deixes seguir o caminho errado;
com a tua bondade, ensin-me a tua Lei.
Eu escolhi o caminho da fidelidade;
tenho obedecido às tuas órdens.
Ó Deus Eterno, tenho seguido os teus ensinamentos;
não me deixes sofrer a vergonha do fracasso.
Andarei nos caminhos dos teus mandamentos
porque assim tu me darás mais entendimento.
Salmo (119.25-32)

domingo, 22 de agosto de 2010

Coração de criança



Eu quero ter um coração de criança
Inocente
Livre de amarguras e aflições
Com coragem para superar os desafios
Ingênuo para interpretar a humanidade
Humilde para reconhecer minha própria estupidez
E com a pureza de espírito
Elevar minhas orações ao Criador
Com a fé dos que acreditam em papai-noel
Com a esperança dos que acabam de nascer
E com a determinação dos que não desistem
Eu quero ser criança aos olhos de Deus
Para amar e ser amada
De acordo com o que manda a Lei.




quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Os fariseus pedem um milagre



Os fariseus chegaram e começaram a discutir com Jesus. Queriam conseguir alguma prova contra ele e por isso pediram que Jesus fizesse um milagre para mostrar que o seu poder vinha mesmo de Deus. Ele deu um suspiro profundo e disse:
-Por que esta gente pede um milagre? Eu afirmo que nenhum milagre será feito para este povo.
Então Jesus foi embora. Ele entrou no barco e voltou para o outro lado do lago.
Marcos (8.11-13)
****************************************
Quando pensamos nos tempos antigos, nas nossas cabeças, logo vem a idéia de um povo duro, cruel. Contudo, nada mudou até os dias atuais.
Continuamos a ser um povo duro e cruel, um povo que nada sabe, mas pensa que sabe demais.
Sempre que vemos alguém tentando partilhar algo bom, também vemos outro alguém tentando provar que tal partilha não presta ou que existem partilhas melhores.
Quando falamos de amor, há sempre alguém que se levanta para defender o outro extremo. N'alguns casos, chegamos a deixar constrangido aquele que tinha preparado uma bela palestra de incentivo ao seu próximo. Isto porque, somos sempre representados por nossos egos inflamados, na busca desenfreada de sermos superiores, melhores que o nosso próximo e, quando de fato, aparece-nos alguém realmente capaz de se destacar em nosso meio, nos sentimos ameaçados. Então essa pessoa é obrigada pela maioria a provar se realmente é capaz. Uma vez provada a capacidade desta pessoa, é sabido que nunca mais daremos paz a ela. Tentaremos humilhá-la, desestimulá-la, confundí-la, até que saia de nossos caminhos. Também foi assim com Jesus naquele tempo, perseguiram-no até ser morto numa cruz. Sacrificaram um ser que só fazia o bem e defendia os direitos dos mais humildes e ainda hoje, há quem se levanta para atacar os que lutam pelo bem do próximo, os que abandonam seus próprios interesses para viver pelo seu próximo. Essa é a humanidade desde o princípio dos tempos, a que pede provas e depois elimina.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

A estátua de ouro



O rei Nabucodonosor mandou fazer uma estátua que media vinte e sete metros de altura por dois metros e setenta de largura e ordenou que a pusessem na planície de Durá, na província da Babilônia. Depois ordenou que todos os governadores regionais, os prefeitos, os governadores das províncias, os juízes, os tesoureiros, os magistrados, os conselheiros e todas as outras autoridades viessem à cerimônia de inauguração da estátua. Todos eles vieram e ficaram de pé em frente da estátua para a cerimônia de inauguração. Aí o encarregado de anunciar o começo da cerimônia disse em voz alta:
-Povos de todas as nações, raças e línguas!!! Quando ouvirem o som das trombetas, das flautas, das cítaras, das liras, das harpas e dos outros instrumentos musicais, ajoelhem-se todos e adorem a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor mandou fazer. Quem não se ajoelhar e não adorar a estátua será jogado na mesma hora numa fornalha acesa.
Assim, logo que os instrumentos começaram a tocar, todas as pessoas que estavam ali se ajoelharam e adoraram a estátua de ouro.
Daniel (3.1-7)
***************************************************
Ao lermos o texto acima pensamos, esse tal de rei Nabucodonosor era horrível, muito egocêntrico. Se achava o próprio deus daquele povo que ele mesmo, tanto maltratava. Porém nada mudou. Temos, em cada nação, um rei Nabucudonosor. No Brasil, por exemplo, temos o Nabucodonosor Luís Inácio Lula da Silva, que há pouco tempo diz ter feito a multiplicação dos pães. Um homem vindo de origem pobre que hoje impera em um ninho de bajulações, enquanto o povo largado à sua própria sorte, tem que se curvar e prestar reverências porque ele se encontra em posição de líder. Nos Estados Unidos temos o Nabucodonosor Obama, cínico e dissimulado, manipulador das organizações mundiais e talvez, o pior de todos, o mais perigoso, movido pela sua grande ambição e fome de poder. Perante o qual, todas as demais nações tem que se dobrar, reverênciar. Somos homens desperdiçados na vaidade de pátrias pobres de espírito, somos o joio arrancado da colheita do rei Nabucodonosor, mas o trigo para o Único e Poderoso Rei dos reis, que é o Pai Celestial.
Que Deus esteja no coração de cada um de nós!!!

domingo, 8 de agosto de 2010

Ao melhor Pai do mundo



O meu Pai é misericordioso
Me devolve amor quando lhe ofendo com as minhas faltas
Me conforta quando a dor é profunda e quase insuportável
E me leva no colo quando as pernas fraquejam
Também foi o meu Pai que deu-me força e coragem para ultrapassar as barreiras
Foi o meu Pai que desviou-me das ciladas que me foram preparadas ao longo da vida
Presenteou-me com todos os meus sentidos perfeitos
Desenhou a natureza para encantar-me os olhos
Deu vida aos animais que tanto me alegram
Fez do mar o meu gigante preferido
Despertou o meu coração para o amor, bondade e compreensão
Ele cuida da minha melhor parte, a alma
Por isso tem o meu melhor sentimento, o amor
Amo meu Pai acima de tudo nessa vida
E a sua presença é doce como mel
Sua presença equilibra e sustenta-me diante dos infortúnios
O seu abraço é o mais acolhedor que já senti
O meu Pai é quem ilumina a escuridão enquanto caminho
E varre do caminho as pedras e espinhos para proteger os meus pés
Para o meu Pai não tem dia certo
Pois todo dia é dia do meu Pai
Obrigada Pai, pois és o ar que eu respiro
És o melhor e maior Pai do mundo!!!

Feliz dia dos pais à todos!!!




quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Os pastores de Israel



O Eterno me disse o seguinte:
-Homem mortal, fale contra as autoridades que governam o meu povo de Israel. Profetize contra elas e diga que eu, o Senhor Eterno, estou dizendo o seguinte:
Vocês, autoridades, são os pastores de Israel. Ai de vocês, pois cuidam de vocês mesmos, mas nunca tomam conta do rebanho. Vocês bebem o leite das ovelhas, usam a sua lã para fazerem roupas e matam e comem as ovelhas mais bem tratadas, porém não cuidam do rebanho. Vocês não tratam as fracas, não curam as doentes, não fazem curativos nas machucadas, não vão buscar as que se desviam, nem procuram as que se perdem. Ao contrário, vocês tratam as ovelhas com violência e crueldade. E, por não terem pastor, elas se espalham. Animais ferozes mataram e comeram as ovelhas. As minhas ovelhas andam perdida pelos morros e pelas altas montanhas. Estão espalhadas por toda parte. Ninguém busca essas ovelhas, ninguém procura encontrá-las.
-Pois bem, pastores, escutem o que eu, o Senhor Eterno, estou dizendo. Juro pela minha vida que é melhor vocês me escutarem. Por não terem pastor, as minhas ovelhas foram atacadas, mortas e devoradas por animais ferozes. Os meus pastores não foram procurá-las. Eles estavam cuidando de si mesmos e não das ovelhas. Por isso vocês, pastores, prestem atenção. Eu, o Senhor Eterno, declaro que estou contra vocês. Tirarei de vocês as minhas ovelhas e não deixarei que vocês sejam os meus pastores. E não deixarei que continuem a ser pastores que só cuidam dos seus próprios interesses. Livrarei as minhas ovelhas do poder de vocês para que vocês não possam devorá-las.
Ezequiel (34.1-29)
************************************
Prezados irmãos, o que acabaram de ler, é o que o Livro Sagrado tem a dizer sobre os governantes da atualidade. Somente eles ainda não tomaram consciência da grande importância de seus papéis. A cada dia que passa, o povo é mais desprezado em suas necessidades. As condições de vida estão cada vez piores e o povo é massacrado de forma cruel e desumana. Os governantes que têm como papel, assistir e cuidar bem do povo, decidiram tirar seus direitos e aumentar cada dia mais a miséria. O povo, está largado à sua própria sorte e agradecem a Deus quando encontram uma boa alma que se disponibiliza em ajudá-los, ainda que apenas em partes. Gostaria que pensassem na importância que cada homem tem para o Pai. Quando passarem pelas ruas e verem um homem caído, sujo e maltrapilho, não vire seu rosto com repulsa, mas lembre-se, aquele é o seu irmão que teve menores oportunidades que você, ou, se teve oportunidade, faltou-lhe sabedoria para aproveitar. É mais fácil acreditar que trata-se apenas de um vagabundo, pois, enxergar o homem por trás da sujeira, fará com que desperte a nossa consciência e, dessa forma, seremos obrigados a ajudar. Não percam mais tempo julgando mal o seu próximo, vamos fazer o serviço que os pastores (autoridades) se negaram a fazer. Nós somos muitos e se cada um de nós ajudar uma ovelha, logo conseguiremos reunir todo o rebanho. A coisa só vai funcionar de verdade se formos um por todos e todos por um.
Que a benevolência seja luz no coração de cada um!!!

domingo, 1 de agosto de 2010

Deus condena os sacerdotes


O Deus Todo-poderoso diz aos sacerdotes:
-Gostaria que um de vocês fechasse as portas do Templo. Assim vocês não acenderiam mais fogo inutilmente no meu altar. Eu não estou satisfeito com vocês; não vou aceitar as suas ofertas. Eu sou adorado em todos os países do mundo, e em todos os lugares queimam incenso em minha honra e me oferecem sacrifícios puros. Todos me honram. Mas vocês me ofendem quando pensam que têm o direito de profanar o meu altar e que os sacrifícios que oferecem não valem nada. Vocês dizem: "Já estamos cansados de tudo isso!" e se riem de mim e me tratam com desprezo. E ainda me oferecem um animal roubado, ou um animal aleijado ou doente. Vocês acham que eu, o Deus Eterno, vou aceitar isso? Maldito seja o mentiroso que me oferece um animal perfeito do seu rebanho, mas oferece em sacrifício um animal defeituoso! Eu sou o Rei poderoso, e todas as nações me honram. Eu, o Todo-poderoso, falei.
Malaquias (1.10-14)
**************************
Queridos irmãos, estamos vivendo épocas difíceis e de grandes mudanças, mas que suportaremos bem, se andarmos na companhia de Deus. Se você pratica o bem, está protegido pelo Pai.
Nas minhas andanças e através das minhas experiências, tenho observado algo, motivo de grande preocupação e tristeza. Muitas pessoas se prontificam a ajudar o seu próximo, mas sempre com aquilo que lhe sobra, outros, com aquilo que não lhe serve mais. Agora, eu lanço a seguinte pergunta:
Caso fossem vocês os necessitados, ficariam felizes e satisfeitos com as sobras ou com objetos que já não servem para mais nada?
Entendam, o que não desejam para si, não devem dar ao próximo. Sempre que se disponibilizarem a ajudar o próximo, façam o melhor que puderem, dêem o melhor de si e façam isso de coração, pois ainda que sujo e jogado nas ruas, eles são nossos irmãos e merecem o mesmo tratamento do qual gostamos.
Hoje em dia, não se usa mais queimar animais em sacrifício, mas em lugar podemos suprir as necessidades de um irmão próximo, repartindo aquilo que comemos, vestimos, calçamos e principalmente, dando amor e carinho.
Para que não pensem que a proprietária deste blog vive de palavras, saibam que o alimento que preparo para servir em minha mesa, é o mesmo que distribuo aos que tem fome e estão perdidos nas ruas e quando pedem-me o que vestir e calçar, dou as melhores peças que possuo. Tudo aquilo que de tão velho já não me serve mais, eu jogo no lixo, pois se não serve para mim, não serve para o meu irmão. Estou sempre no meio deles de maneira a descobrir o que posso fazer para colaborar na reintegração social de cada um. Faço isso, porque acredito que este é o verdadeiro sacrifício. Este é o sacrifício que o Pai, realmente, espera de cada um de nós. Façam isso, e verão o quanto suas vidas serão prósperas e seus corações, sem sombras de dúvidas, experimentarão uma felicidade nova e plena.
Um beijo fraterno no coração de cada um!!!